Sem desafios a vida não seria a mesma coisa!

A Revista "Pontos de Vista no Feminino" teve a gentiliza de me endereçar um convite para uma entrevista, que foi hoje para as bancas juntamente com o jornal "O Público". Não perca!

Ana Mação é Consultora Imobiliária, um desafio e uma vocação desde sempre. O que a define enquanto mulher e profissional?

Para uma pergunta complicada, uma resposta simples: sou Mãe, Mulher, Amiga e uma Profissional em quem os meus clientes podem confiar! São estes os 4 pilares da minha vida ao redor dos quais procuro gerir um equilíbrio nem sempre fácil. Para quem tem a minha profissão não existem horários nem momentos em que podemos abdicar de ser um destes 4 personagens. Cada dia é uma luta onde procuro balançar o tempo que destino a cada um deles. O que me define? A capacidade de sonhar e de realizar esses sonhos. Um coração gigante, uma ambição e uma garra de viver e gostar de conviver, procurando ser feliz com coisas simples, mas onde cada pormenor conta!

O seu percurso profissional está muito ligado à área imobiliária. Enquanto consultora o que a fascina mais nesta área?

Em primeiro lugar conhecer pessoas! Esse é um bónus que esta profissão proporciona. Tenho o privilégio de “colecionar” amigos junto de cada cliente que me contata. Em segundo lugar, realizar o sonho que os meus clientes acalentam de encontrar a casa que os fará sentir “um passo mais à frente”. A mudança é um motor que nos impulsiona ao longo da vida, cabe a mim parte da responsabilidade de ajudar a que essa mudança seja para melhor!

Quais são os seus maiores desafios a nível pessoal e profissional?

A nível pessoal, ser uma mãe exemplar e como mulher preencher a minha vida de momentos felizes. Adoro viajar, conhecer novos lugares e fazer novos amigos. Como alguém disse antes: “O mundo é um livro e aquele que não viaja, lê sempre a mesma página”. A nível profissional, considerando que o meu sucesso na KW - Keller Williams foi arrebatador, o que me move hoje em dia em termos profissionais é não perder o comboio da mudança que todas as profissões enfrentam (e a minha em particular), rodear-me dos melhores profissionais e não deixar nenhum cliente sem a minha melhor resposta. Deixar a “minha marca” é fundamental em cada relação que estabeleço.

Que competências tem vindo a acrescentar à sua “bagagem” com estes anos de experiência?

O “digital” é uma trave mestra da minha atividade e um sinal da modernização em curso no ramo imobiliário. Procuro estar presente através dos principais canais digitais, de modo a fazer a diferença. Num mercado tão competitivo quanto o nosso e em que não se avizinham tempos de bonança, navegar a crista da onda é essencial para manter o sucesso alcançado.

Ser mulher e empresária representa…

O Desafio supremo!

Vivemos num país que não facilita a vida de uma mulher ... e muito menos a de uma empresária. É ainda mais complicado quando o sucesso nos bate à porta. A pressão vem de todos os lados. Procuro encontrar o lugar certo, onde a ambição do crescimento não comprometa os restantes objetivos. A vida é um todo e tem que ser vivida com equilíbrio. Não é fácil, mas sem desafios a vida não seria a mesma coisa…

Onde quer chegar? Como quer chegar? Quando chega?

Viver o dia presente sem ansiedade com o futuro nem arrependimentos sobre o que ficou por fazer é o primeiro passo para uma vida balanceada. Foco-me mais na qualidade do meu trabalho e no sucesso cliente a cliente, do que no “big picture” da minha carreira enquanto consultora e empresária. Só assim, consigo ser mais produtiva. Cada cliente exige de mim o máximo, não o posso colocar numa fila de prioridades. O tempo para apreciar o momento em que cheguei a uma nova fase é uma consequência do somatório destes múltiplos sucessos, e correspondentes dificuldades.

Que mensagem gostaria de deixar às mulheres que têm medo de arriscar no seu próprio negócio?

Portugal não facilita o germinar do espírito empreendedor que há em cada portuguesa. É um problema cultural mas também de educação. Só há uma opção, é cada uma de nós colocar a ambição profissional num plano paralelo aos restantes. Definir uma estratégia, procurar aconselhamento e acreditar contra tudo e contra todos. A resiliência é a chave do sucesso! Não desistir apesar da ausência de resultados faz parte desse caminho. Para se ser uma empresária de sucesso, é fundamental conseguir perceber qual o local certo, rodear-se da equipa ideal, saber delegar as tarefas que outros fazem melhor, investir em Marketing, arriscar, abraçar novas tecnologias e fazer diferente. Acima de tudo fazer diferente!

Atualizado em: 
14. Março 2020
 
116 leituras

Siga-me nas redes sociais