Portugal um dos países mais seguros do mundo

Portugal foi eleito o 3º país mais seguro do mundo, pelo segundo ano consecutivo, segundo o ranking Global Peace Index! Quando se tenta compreender o porquê de Portugal continuar a atrair estrangeiros para a compra de casas, contribuindo para dinamizar o mercado imobiliário português, a segurança é uma das principais razões.

O Global Peace Index é um ranking elaborado pelo Institute for Economics & Peace (IEP) que cobre 99,7% da população mundial e visa aferir e comparar o nível de segurança de cada país, usando para tal 23 indicadores qualitativos e quantitativos de fontes altamente respeitadas.

No ranking deste ano, Portugal ocupa a 3ª posição, com o mesmo número de pontos do que em 2019 (1.247), sendo apenas ultrapassado pela Islândia e a Nova Zelândia. 

Lista de países no ranking global de segurança - GPI 2020

Em termos globais registaram-se pequenas diferenças de 2019 para 2020, sendo de salientar as melhorias de segurança no Azerbaijão, Arménia, Bahrein, África do Sul e Honduras e descidas no Benim, Nicarágua, Venezuela, Nigéria e Chile.

O Médio Oriente e o Norte da África continuam a ser as regiões menos pacíficas do mundo, pelo sexto ano consecutivo. No que diz respeito aos PALOP, Brasil desce 3 posições (126º), Angola desce 3 posições (91º), Guiné-Bissau sobe 9 lugares (101º) e Moçambique sobe 2 posições (99º).

Entre os países menos seguros há a salientar: Rússia, Venezuela, Ukrânia, e Afeganistão.

Global Peace Index 2020 - Portugal o 3º país mais seguro do mundo

O indicador com maior deterioração em termos globais foi o indicador do impacto do terrorismo, 97 países registraram um aumento na atividade terrorista desde 2008. No entanto, o número total de mortes por terrorismo tem vindo a cair em termos globais desde 2014, tendo baixado em 2020 para o valor mais baixo da última década.

O indicador da taxa de homicídios foi o que teve a maior evolução positiva, sendo que 123 países têm vindo a melhorar este indicador desde o GPI de 2008. Houve também uma melhoria assinalável no indicador do terror político, com 47 países a melhorar o ambiente de terror político e as violações dos direitos humanos, enquanto para outros 33 este indicador se deteriorou. Por outro lado o número de mortes causadas por conflitos armados tem também vindo a diminuir desde 2014.

O Ministério da Administração Interna, emitiu um comunicado a congratular-se com o lugar ocupado por Portugal no referido relatório. O Governo enaltece o facto de Portugal ocupar o primeiro lugar entre os países da União Europeia (UE) e a evolução positiva que o país tem registado desde 2014, ano em que ocupava a 18ª posição no GPI. Nesta nota o ministro Eduardo Cabrita refere que:

Os passos significativos que Portugal tem dado nos últimos anos em matéria de segurança têm permitido a redução da criminalidade e, consequentemente, a subida gradual e consolidada neste 'ranking'.

O Institute for Economics & Peace (IEP) responsável por este ranking é um "think tank" independente, apartidário e sem fins lucrativos, dedicado a mudar o foco do mundo no sentido de uma maior pacificação, visando o bem-estar humano e o progresso global. O IEP está sediado em Sydney, com escritórios em Nova York, Haia, Cidade do México, Bruxelas e Harare e trabalha com uma ampla gama de parceiros internacionais, colaborando com organizações intergovernamentais especializadas em aferir as condições e os parâmetros de segurança nacional.

Atualizado em: 
15. Junho 2020
 
86 leituras

Siga-me nas redes sociais