Estudos

A atividade do imobiliário é uma das mais escrutinadas, através de estudos nacionais e internacionais que procuram acompanhar o andamento financeiro e comercial do setor. Aqui irei publicando alguns desses estudos, que são úteis para aferir das melhores oportunidades no mercado imobiliário, para quem tem que comprar ou vender uma casa.

Que os preços de venda das casas (por metro quadrado) têm evidenciado uma curva ascendente nunca antes vista por um período de tempo tão longo, parece óbvio. Mas impõe-se alguma reflexão mais afinada acerca deste tema, ao invés da simples constatação de que os preços escalam, ano após ano..

O ANTES...

Durante muitos anos o mercado imobiliário de compra e venda de imóveis em Lisboa... Ler mais

Em 2016, trabalhavam no sector da mediação imobiliária 40 mil portugueses, mais 43% do que em 2015, ou seja, este é o setor de atividade onde a subida no emprego foi mais expressiva. Segundo o INE:

A taxa de desemprego do 4.º trimestre de 2016 foi de 10,5%. Este valor manteve-se inalterado face ao do trimestre anterior e é inferior em 1,7 pontos percentuais (p.p.) ao do trimestre... Ler mais

Números e Estatísticas

Quando se olha para a evolução estatística dos vários indicadores que compõem o cenário imobiliário é fácil de constatar que, caso não surjam eventos extraordinários com forte impacto na economia, essa evolução tenderá a seguir uma curva cuja tendência é previsível. Pelo menos é isto que as teorias matemáticas nos ensinam.

Por outro lado o preço das... Ler mais

Existem muitas razões para este crescimento gradual e consistente nos últimos 5, 6 anos:

Top do Investimento imobiliário: Portugal em destaque 

Uma das razões para Portugal ser um país tão procurado para investir na compra de imóveis, está relacionada com o facto do nosso país surgir destacado em diversos rankings tais como o mais recente 2015 Global Residence and Citizenship... Ler mais

Ainda segundo a PWC Portugal, "o investimento em imobiliário entre o quarto trimestre de 2014 e o último de 2015 ascendeu a 2 mil milhões de euros. Fundos de investimento de países como a China, Malásia, Singapura, Brasil, Angola, Estados Unidos, Reino Unido e Holanda ganham cada vez mais relevância, em detrimento de fundos de países como a Alemanha."

As perspetivas para 2016 são... Ler mais

Subscreva RSS - Estudos