Vila Franca de Xira

Vila Franca de Xira é a sede do concelho com o mesmo nome, situado na província do Ribatejo, com uma área de 318.194 km2. Foi elevada a cidade em 28 de Junho de 1984 e os seus 137.659 residentes distribuem-se por 6 freguesias:

  • Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz
  • Alverca do Ribatejo e Sobralinho
  • Castanheira do Ribatejo e Cachoeiras
  • Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa
  • Vialonga
  • Vila Franca de Xira

O concelho integra características urbanas e rurais e a sua localização permite-lhe usufruir de um valioso património natural: da beleza do rio Te­jo, à Reserva Natural do Estuário do Tejo; do es­plen­­­dor das Le­zí­rias à imponência dos Montes.

Vila Franca de Xira é reconhecida como "a terra mãe de grandes nomes do toureio mundial". A ligação secular às lides do campo e à criação de gado nas terras da Lezíria, constitui uma das principais bases da sua identidade: a festa brava. Campino, touro e cavalo compõem um quadro único na vivência da região. Nela está implantada a praça de Touros “Palha Blanco”, construída em 1901, um dos ex-libris da sede de concelho. 

As festas conhecidas como "Colete Encarnado" realizam-se no primeiro fim-de-semana de Julho e durante a primeira semana de Outubro realiza-se a antiga "Feira de Outubro", hoje designada por Feira de Artesanato.

O seu património histórico é rico, com especial destaque para as quintas apalaçadas e as suas belas áreas verdes (Quinta Municipal da Piedade, na Póvoa de Santa Iria; Quinta Municipal do Sobralinho e Quinta Municipal de Subserra, em São João dos Montes).

Outro dos seus atrativos da região é a sua gastronomia: a açorda de sável, os linguadinhos e enguias fritas, a sopa de bacalhau, o torricado de bacalhau, o cozido de carnes bravas, o melão da Lezíria, os bolos regionais (“Garraios”, “Esperas” e “Lezírias”) são algumas das especialidades mais típicas e saborosas.

Fotografia do Concelho

No território há vestígios de presença humana desde o Paleolítico Inferior (entre 3 milhões de anos e 250 mil anos atrás), nomeadamente na zona de Alverca e Castanheira do Ribatejo.

Desde a fértil produção de trigo, cevada, milho e legumes, à abundância de caça e de gado, bem como a atividade de pesca no rio Tejo, estas são marcas distintivas que atraíram desde sempre habitantes e trabalhadores sazonais. Nas feiras locais em Alhandra, Alverca ou Vila Franca de Xira comercializavam-se os produtos regionais.

Foi aqui que surgiu a primeira fábrica de curtumes no país, em 1729. A chegada do comboio em 1856 (a linha de Lisboa ao Carregado), marcou o início de um novo período no desenvolvimento da região, através da industrialização. Ainda hoje a matriz económica do Concelho é definida, essencialmente, por uma concentração de atividades no sector terciário, nomeadamente ao nível do comércio e serviços.

Na década de 70 do século passado, o concelho conheceu um forte crescimento populacional. A sua localização geográfica privilegiada, junto ao Tejo e a construção da principal via de acesso a Lisboa a Autoestrada A1, facilitou a fixação de populações oriundas de várias regiões que para aqui vieram residir, trabalhando nas zonas industriais ou em Lisboa.

Localização: 
Atualizado em: 
3. Maio 2022

Apartamentos, moradias, terrenos e outros para venda em Vila Franca de Xira e Alverca

Se deseja comprar casa, (apartamento, moradia, um terreno para construção, quinta, herdade, etc.) em Vila Franca de Xira e Alverca, consulte aqui a oferta que tenho disponível. Caso não encontre o imóvel que procura consulte-me, pois a rede interna da Keller Williams Portugal dispõe de muitas oportunidades que esperam por si e alguma delas vai por certo corresponder às suas necessidades.

Siga-me nas redes sociais