Aerotermia: uma energia para mudar o futuro do meio ambiente

A aerotermia é um tipo de energia renovável que transforma a energia térmica existente no ar e a transfere para o interior da habitação, de modo a fornecer o aquecimento, a refrigeração e a água quente sanitária, de forma eficiente e de acordo com as necessidades de conforto da habitação.

Desde que o autoconsumo nasceu, sendo um meio para os utilizadores produzirem energia em casa sem depender da rede elétrica convencional, o mundo tem olhado para as tendências que estão a surgir no mercado, devido à exploração de energia renovável, e que atualmente é responsável ​​por grande parte do abastecimento energético.

Este sistema está a emergir e a ganhar cada vez mais importância na sociedade atual, em oposição às formas convencionais de energia baseadas no carbono, apesar de ainda ser necessária uma mudança radical na mentalidade humana para poder substitui-las completamente.

O modo mais conhecido de praticar o autoconsumo é através de painéis solares, que captam a radiação solar e a transformam em consumo elétrico para a sua casa. No entanto, existem outras fontes, como o vento ou a água, e novos dispositivos que foram desenvolvidos no mercado de tecnologia, como a energia aerotérmica, que oferece benefícios ao meio ambiente e às finanças domésticas, estamos a falar da aerotermia.

O que é a aerotermia?

Este sistema aproveita as energias renováveis, por serem inesgotáveis ​​e gratuitas, para fornecer energia elétrica há sua casa, a custo baixo. Desta forma, o utilizador obtém uma poupança significativa na conta de eletricidade, ajudando ao uso responsável e moderado desse abastecimento. Por este meio, é possível alimentar os componentes mais básicos e que têm maior impacto no consumo do seu lar.

Esta tecnologia extrai cerca de 77% do ar que é condensado no ambiente para transformá-lo em consumo energético.

Como é que funciona a aerotermia?

O processo que utiliza energia aerotérmica para gerar energia ambiental para consumo elétrico em casa consiste num processo bastante simples e rápido, uma vez que o seu mecanismo inclui um ciclo termodinâmico que captura a temperatura do ar externo através de um gás refrigerante comprimido a uma temperatura muito baixa.

Este sistema tem uma das melhores vantagens pois permite poupar na conta da luz até 22%.

Vantagens do sistema de aerotermia

De facto este sistema, ao tirar partido das energias renováveis, tem ganho cada vez maior expressão devido aos seus aspetos positivos e que deveriam ser uma proridade nos tempos atuais.

Destacaremos alguns deles:

  • Permite que toda a energia que não foi consumida durante o dia seja armazenada nas baterias do sistema, e fornecida durante a noite ou nos dias em que não foi possível extrair energia.
  • É um equipamento prático e confortável, que não requer visitas técnicas constantes para verificar falhas ou outro tipo de problemas.
  • Garante a qualidade ambiental, pois permite maior sustentabilidade e responsabilidade em contribuir para um ambiente mais limpo.
  • Geralmente não dá problemas na sua instalação, mas recomendamos que obtenha a orientação de um técnico especialista.
  • Elimina a dependência do utilizador face à rede elétrica comum, sendo totalmente independente.

A energia aerotérmica é uma alternativa económica e de baixo consumo para as necessidades de todos os tipos de casas, tanto em novas construções como nas que estão em fase de transformação, permitindo ainda uma elevada eficiencia energética. E se a isso juntarmos o aumento do preço dos combustíveis fósseis, a sua expansão está garantida.

Atualizado em: 
31. Maio 2020
 
60 leituras

Siga-me nas redes sociais